Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Pardo

Para quem não conhecia, saiam enquanto é tempo...Para quem já conheceu, puxem duma cadeira...Vem aí a versão 2.0...

Mãe, sabes que te adoro, não sabes?

Tenho de admitir, hoje quando fui comprar a tua prenda esperava deparar-me com isto...

 

 

Quanta ilusão...

Basicamente, aquilo com que levei na fronha foi isto...

 

 

O que levou a que alterasse radicalmente os meus planos.

Portanto, espero que venhas a gostar da tua prenda. Se não gostares, já sabes os meus destinos preferidos para a deportação após me deserdares. Cuba é sempre apelativo, Pyongyang...hum...nem tanto. A sério, Cuba. Pensa nisso com carinho, tá?

 

Natal? Ah, isso...Porreiro!!!

E lá se foi mais um Natal...

Thank God...Não me levem a mal mas levando em conta a hipocrisia com que se lida diariamente, não me lixem o juízo por não ter grande apreço por uma época em que milhares gastam o que não têm para oferecer presentes a pessoas que não gramam e a sorrir perante conversas sobre as quais não têm o mínimo interesse.

Dirão os entendidos opinadores da nossa praça e alguns dos meus psiquiatras (já agora, Feliz Natal para eles...Lamento não lhes ter mandado sequer uma SMS mas levando em conta o dinheiro que já lhes dei a ganhar, eles é que me deviam ter mandado um pombo correio banhado em ouro que cagasse pepitas recheadas de safiras em cima do meu carro...), o Natal é uma época de paz, fraternidade, amizade, solidariedade (hum...Isto não faz lembrar um anúncio de cartões telefónicos para os PALOP???)...

Falando abertamente, o Natal para mim é a altura do ano em que me é permitido estar com aqueles que mais amo e que por uma razão ou outra, não é possível ao longo do ano. Distâncias geográficas, continentes longínquos (tipo, o da Amadora) e em alguns casos, reality shows que os obrigam a ficar meses perdidos em ilhas tropicais no Pacífico quando na realidade simplesmente ficaram trancados na casa de banho sem acesso ao mundo exterior, excepto a canalização...

Gosto de fazer a árvore de natal (ia dizer montar, mas vocês iam imediatamente pensar em práticas sexuais alternativas e eu gosto demasiado das tradicionais)...Dá aquele ambiente muito gay party em Amesterdão. Então com as luzinhas todas a piscar feitas umas doidas, ui...Loucura!

Gosto da doçaria tradicional. Ponto. Gosto. Em qualquer altura do ano, qualquer ela que seja. O natal simplesmente permite-me rebentar com a minha taxa de glicémia e desafiar toda e qualquer tabela alguma vez estabelecida pelo homem.

Este ano gostei do presépio. Foi o mais próximo que estive do elenco da Casa dos Segredos embora tenha reclamado a noite toda a dizer que a menino Jesus não tinha nada cara de Teresa Guilherme e faltava silicone numa das simpáticas bovinas para a coisa roçar a perfeição.

E sim, gosto das pessoas. Gosto da autenticidade das pessoas. Gosto principalmente quando a minha autenticidade ofende as demais. Sim, porque ninguém gosta de ouvir que não é bonito roubar, denegrir e depois fazer o papel de Virgem Maria. Principalmente porque essa já estava no presépio ao lado da outra que julga que a Somália fica no Casal de São Brás. Mas uma vez mais, os entendidos dizem que é Natal, ninguém leva a mal...Epá, espera lá...Isso é no Carnaval!!! E sim, eu levo isso a mal...Muito a mal!

Os anos passam, a gente espalha-se, a malta aprende e o indivíduo cerra fileiras...E a língua, essa...Muito afiada...

 

Merry Christmas!

 

Então é assim...

Antes que me esqueça que estamos em plena época natalícia (a minha memória já não é o que era) não quero deixar de desejar umas boas festas a todos vocês, pobres almas (e loucas, que vocês não jogam com o baralho todo) que teimam em achar que este blog tem piada.

Ao contrário do bacano da PJ de Coimbra que desejou um ano de 2012 cheio de sexo incrível e vai provavelmente para a fila do desemprego, os meus desejos para todos vocês são:

 

- Não só vos desejo um ano de 2012 a transbordar de sexo incrível como ainda de Seeeexo...Mas carradas dele mesmo!!! Tipo, betoneiras de sexo!!! Camiões cisterna!!! Petroleiros de orgasmos múltiplos ao ponto de vocês se andarem a arrastar pelas ruas com um daqueles sorrisos que até em Tóquio conseguem ver que vocês não têm mais gota de fluído corporal...

- Saúde...Sim, porque se vocês não têm saúde, não chegam nem sequer ao primeiro dia da maratona sexual que vos desejo...Tomem vitaminas, ampolas, viagra em supositórios, quero lá saber...Desenrasquem-se!

- Dinheiro...Desejo-vos umas contas bem recheadas ou pelo menos 4€ por semana para jogarem no Euromilhões...Pode ser que vos saia a sorte grande e consigam fugir deste país miserável...Se isso acontecer, comprem-me um bungalow nas Ilhas Caimão que eu vou para lá vender Rum...

 

Um abraço a todos e que todos os vossos desejos se realizem...

Venha mas é o fim de ano que já tou com a garganta seca!!!

Bem, lá se foi mais um Natal...

Contabilidade?

- Cerca de 2 kg de batata doce frita (se vocês nunca provaram, então estão a perder a segunda melhor coisa ao cimo da terra a seguir ao sexo...)

- Toneladas de chamuças gamadas da cozinha enquanto a batata doce fritava (sim, porque Natal não é Natal sem chamuças!Não, não passei o Natal num restaurante Tandoori...).

- Pinhões à discrição (ao preço que os gajos estão, ainda me admito como é que não enchi os bolsos do sobretudo para trazer para o fim de ano...).

- Meia dúzia de sonhos (alguns deles não só comestíveis mas até eróticos...)

- Uma fatia de bolo rei (na qual me debruçei na árdua tarefa de tirar a porra das frutas cristalizadas que abomino...).

- Bacalhau com todos (ainda questionei os familiares se o nome do prato teria alguma coisa a ver com o filme "Eyes Wide Shut" em que é tudo ao molho e fé em Deus mas parece que não...).

- Cabrito (este ao contrário do bacalhau foi mais monogâmico...Foi só com as ditas batatas doces...O problema é que eram às dezenas, por isso o cabrito também me saiu um belo sacana...).

- Mousse de manga, bolo de bolacha, cheesecake de morango (só comi um prato...de cada...várias vezes...alguns bem apetrechados...).

- 5 copos de vinho tinto (depois cansei-me de contabilizar...).

- 1 copo de whisky (sério, o copo foi sempre o mesmo, juro...).

- O belo do moscatel (não, por esta altura eu já não estava sequer em condições de articular a palavra "não", quanto mais contar quantos me passaram pelos lábios...).

- Muito cigarrinho fumado...

- 4 cigarrilhas

- 2 charutos Cohibas...

Qual o estrago que isto me causou?

A nível de peso engordei 300gr...Ou seja, quando eu como uma sandocha e bebo uma água engordo 1,5kg e quando como que nem uma besta engordo 300gr...Comprova-se então que o meu organismo é mais apanhado da mona que o dono...

E eis que se aproxima o fim de ano...Ora, se isto fosse um blog escrito por um gajo normal, seria agora aquela altura em que fazia uma retrospectiva (sim, retrospeCtiva...Quero que se lixe o acordo ortográfico...O úinico acordo que farei é com a bófia para me livrar da choça quando descobrirem que os arbustos no quintal da minha avó não são propriamente malvas...) intimista do ano que passou e deixaria os meus desejos para 2010...Bem, eu como teimo em ser diferente do resto da manada, vou deixar aqui a minha retrospectiva de 2009...

- Ganhei um novo apreço por palmiéres recheados...

- O meu sentido de humor ganhou uma nova dimensão...Agora é 3D...

- Ganhei um novo receio no que diz respeito ao Abel Xavier...Ou Faisal, como ele agora se chama...Um gajo que diz que encontrou a paz no Islamismo é a mesma coisa que eu dizer que tive o melhor sexo da minha vida com uma testemunha de Jeová...E ainda dizem que eu é que tenho sentido de humor...

- Deixei de roer as unhas...Agora, só entrecosto...

- Devo ter feito alguma coisa que deixou o São Pedro lixado da vida comigo...Só assim se explica que de cada vez que saio para trabalhar caia um dilúvio tão grande que me cruzo todos os dias com o Noé e a arca...

- Possivelmente levei ao desespero umas quantas pessoas do telemarketing do Barclays, CGD, Securitas e mais umas quantas instituições...A sério eu não sou má pessoa...Vocês é que escolhem alturas para me chatearem mesmo más...

Desejos para 2010?

Que o preço do crude baixe, que os meus rendimentos subam e que a vossa boa disposição ao passarem por aqui dispare para proporções estratosféricas...

Um excelente ano de 2010 para todos vocês (mesmo aqueles que me odeiam as ganas...Eu também não gosto de favas mas não é por isso que não faço uso das mesmas para vos mandar às ditas...)

Será que é desta que a minha carta chega???

Caro Pai Natal (sim, querido é demasiado abichanado e ainda não estou bêbado o suficiente para utilizar termos tão carinhosos para com um gajo que só aparece uma vez por ano...)...

Antes de mais, quero humildemente pedir descupas porque este ano (tirando todos os outros que tu sabes, tipo, desde os 4...) não me portei nada bem...

Não só continuo a possuir vícios demoníacos como o tabaco, quantidades abismais de álcool capazes de afogar o Jorge Palma ou praticar sexo em posições que nem as Barbies que distribuis às meninas conseguem (e elas são articuladas, há que levar isso em conta), mas juntando a isso tudo, ocasionalmente assisto ao programa do Goucha, vejo o Natal dos Hospitais e o Fama Show (eu sei, sou completamente doido por pensar que a Orsi Féher fala português fluente...)...

No entanto, apesar de todos estes factores a jogar contra mim (e o facto de ser o Gato Pardo também não ajuda...), achei no entanto que devia mandar-te mais esta missiva a fazer os meus pedidos de Natal...

Pois bem...Este Natal gostaria que em vez de teimares em entrar pela chaminé, utilizasses a porta como as pessoas normais...É que da última vez que enfiaste esse cú gordo na minha chaminé, não só me cagaste a sala toda de fuligem, como deixaste pegadas de cinza em cima dos tapetes e não comeste as bolachas e o copinho de leite que te deixei como manda a tradição...Por muita estima que tenha por ti, não achei nada bem que me tenhas mamado metade da garrafa de Old Parr e comido o resto da lasanha que estava no frigorífico...

Quanto a prendas, já sabes que a chave do euromilhões era bem vinda, mas tu sacana barbudo e ganacioso como és, não estás para aí virado...Em troca, sugiro que em vez da chave vencedora do Euromilhões, me facultes o NIB das contas offshore do Oliveira e Costa...Não é propriamente o Euromilhões, mas já dá para eu me desenrascar uns bons anitos...Queria também se não for muito incómodo para ti, que envies à cobrança os livros "Internet for Dummies", "Como distinguir as 3000 milhões de espécies de árvores existentes neste planeta e evitar fazer figuras tristes na TV" e "História de Portugal em 10 fáceis lições...Evite ser uma babaca" à Maitê Proença...

Se me puderes trazer também uma garrafa de clorofórmio e um trapo para meter na boca da gaja que canta na publicidade do Pingo Doce, ficaria eternamente agradecido...É que os meus ouvidos não aguentam mais tanta tortura...Por favor, evita-me que o raio da mulher faça mais trabalhos na publicidade...Já não tenho castiçais cá em casa à conta dela...

Outra coisa que te queria pedir era se não havia maneira de acabares com o trânsito na 25 de Abril de manhã...Eu sei, mais facilmente tornavas a Linda Reis sexualmente apelativa, mas não custa pedir, não é?

Para finalizar (porque sei que tens outros meninos maus a quem atender pedidos megalómanos...) gostaria de saber se não tinhas possibilidade de acabar com o programa "Portugal de Olhos em Bico"...É que de cada vez que vejo aquilo, dá-me uma vontade incontrolável ou de comer um 69 (é gambas na chapa quente, suas mentes porcas...) ou de me mandar de um 4º andar...Prefiro mil vezes ver o canal ucraniano do MEO com um especial sobre marquises do que aquilo...

 

 

A todos vocês, caríssimos leitores...Deixo aqui os meus desejos de um excelente Natal para todos vós na companhia daqueles que mais amam, com muita saúde e as prendas que mais desejam...Quanto a mim, vou comer que nem um abade (lá se vai o esforço de ter perdido 7 kg nos últimos 4 meses...Damn!), beber até cantar o fado todo nú em cima de uma mesa e rir como gente grande...

Have a merry little christmas!!!

Ah...Então é este o espírito natalício...

Uns dias atrás, estava eu sossegado a beber o primeiro café da manhã quando ouço uma senhora a berrar ao telemóvel (sim, as pessoas não sabem falar ao telemóvel...Somos mais um povo de berrar...) algo parecido com isto...

 

- Pois, vê lá tu que aquela vaca o ano passado não me ofereceu nada de jeito...Mas ela não perde pela demora...Este ano vai aviada a prendas do chinês e já goza...E se não gostar, ela que se vá f*der...

 

É este o espírito natalício...Se me dás uma prenda boa, pró ano levas uma coisa jeitosa...Se me dás uma prenda de m*rda, pró ano levas um saco de trampa...

Primeiro, sempre achei que quem dá o que pode, a mais não é obrigado...Depois, sou adepto convicto que não é preciso ser Natal para eu presentear aqueles que mais gosto e pelos quais tenho estima...E para finalizar, acho uma vacalheira uma pessoa fazer contas ao valor monetário das prendas que recebe para no ano seguinte dar uma suposta chapada de luva branca...Para as pessoas que agem dessa forma, tenho uma expressão que assenta mesmo bem...PAROLOS!!!

O Natal para mim, é simplesmente uma oportunidade de estar com a família mais afastada que não se vê com regularidade (e também com aqueles que vemos demasiadas vezes e que gostaríamos de não ver tantas vezes, sejamos honestos...)...Oportunidade de me emborrachar com 8 qualidades de whisky diferentes...Oportunidade de fumar uns belos cubanos com o resto dos homens e ver os putos mais novos a olhar para nós a tentar perceber o que estão ali 4 gajos a chupar desalmadamente cigarros king size que mais parecem chouriços de porco preto...Oportunidade de ver as mães doidas da vida a tentar afastar os putos da árvore de Natal e respectivos presentes (sim, porque o Natal é para os miúdos, mentalizem-se nisso...)...

O Natal para mim, não roda em volta das prendas, mas sim no convívio familiar...Critiquem-me, crucifiquem-me, processem-me...I don't give a shit...Agora, o que me lixa é os adultos a agirem como perfeitos idiotas porque se mostram mais desejosos das prendas que os chavalos...

Sabem o que é que eu quero este Natal?

Saúde...Trabalho...Pá, tá bem...Um volume de John Player Special até era bem vindo...De resto, tenho tudo aquilo que mais preciso...Tenho alegria de viver, tenho sentido de humor...Se calhar sou humilde demais...Pois, devia ser como tantos outros que conheço que andam doidos por uma máquina da Nespresso, uma tiara de diamantes ou outra porra qualquer que custa umas boas centenas de euros...Vivemos uma época de consumismo desenfreado em que as pessoas dão por parecer bem...Não sou assim...Dou porque me dá prazer dar...E a quem dou, ai deles que um dia levem em consideração o valor da prenda...É da maneira que é a última que levam...Sou apologista que o importante é quem dá a prenda, não o valor da mesma...

Já encerrei o departamento das compras natalícias este ano...Ano de contenção, porque a vida não tá fácil...E para os casais que têm filhos, tenham paciência...Dou aos piquenos, porque esses sim, deliram com o velho de barbas...

 

Gosto à brava do Natal...

Gosto de tudo...

Das saias minúsculas das assistentes do Pai Natal do Fórum Almada, da panóplia brutal de doces da época que me fazem salivar às vitrinas das pastelarias, da hipocrisia daqueles que dizem não ter um tostão para mandar cantar o cego mas que quando nos cruzamos com eles, é vê-los mais carregados de presentes do que pessoal que odeia a música da publicidade do Pingo Doce...

Mas o que eu gosto mesmo, mesmo...é da competição...

Não sei se já repararam, mas por este país fora acaba sempre por haver dois vizinhos vossos que durante 11 meses do ano ninguém dá por eles, mas que em Dezembro toda a gente sabe quem são...Não, não são aqueles com as carrinhas da SWAT à porta com espingardas apontadas à testa...Esses são apenas os comuns dealers de droga...Refiro-me aqueles dois que embirraram que haviam de ter a casa mais luminosa numa área de 500 km...

Por motivos de privacidade, vou tratá-los por Sr. Feliz e Sr. Contente (principalmente, porque não faço ideia de como se chamam e não quero correr o risco de ficar cego ao aproximar-me demasiado das respectivas habitações para fazer tão idiota pergunta...).

O Sr. Feliz todos os anos decide que a rua onde habita não tem luminosidade suficiente, pelo que decidiu take matter in his own hands...Espetou-me umas luzes no quintal da casa que fazem inveja a muitas pistas de carrinhos de choque...Só falta mesmo Nel Monteiro a bombar a 300 decibéis e umas buzinas maradas...

O Sr. Contente é o primeiro Natal que passa na habitação...O gajo não deve gostar de Dan Brown e dos Illuminati, pelo que quando viu a casa do Sr. Feliz a catrapiscar, fez-se à vida e levou a coisa to the next level...Não só iluminou o quintal, como toda a fachada da casa, a casota do cão, a piscina (não me perguntem como...Da última vez que lidei com electricidade, fiquei com a nítida sensação que água e electricidade não eram as melhores amigas...) e acho que só não meteu luzes nas jantes do carro porque as lâmpadas entretanto devem ter acabado...

Conclusão?

Não consigo dormir...As minhas noites parecem uma pista de dança de Trance, com muitas pastilhas de ecstasy metidas ao barulho, tal a panóplia de luzinhas que me passam pelos olhos...

Tenho a dizer também que passo as noites borrado de medo que um Airbus pense que aqui o quarteirão é a pista de aterragem do Aeroporto da Portela e decida pousar aqui o bicho...

Não há por aí um electricista que me queira dizer uma maneira rápida de causar um curto circuito que envolva apenas duas habitações (de preferência que não envolva ratazanas no quadro eléctrico...É uma porra apanhá-las e o queijo de Seia que tenho no frigorífico é mal empregue para isso...)?

Ahhh...O Natal...

Época da paz...De fraternidade...De amor...De paz...De álcool no bucho...Epá, já disse paz???Pois, é que a porra das luzes não me dão paz nenhuma...

It smells like christmas...sort of...

Uma ajudinha...

Há alguma remota possibilidade da Heidi Klum estar a vender castanhas na baixa lisboeta???

Pois, bem me parecia...Cogumelos mágicos nos meus bifes com natas...

Adiante...

Já cheira!!!Mas não é bem ao Natal...

Escrevo-vos da magnífica Praça da Figueira em Lisboa...Para quem caminha em direcção ao Rossio, realmente cheira...Cheira a uns incensos marados que o velhote lá anda a vender, cheira a uns quantos charritos fumados por um bacano com ar de 50 Cent e cheira a castanhas...Só é pena metade estarem podres e custarem 2€ a dúzia...Cheira-me também a treta da grossa, os meninos dos inquéritos que continuam a chatear o pessoal que ali passa...Cheira-me a roubo, cada vez que me apetece dar um salto à Pastelaria Suiça...Cheira-me também que não é esta semana que me sai o Euromilhões...E para terminar, cheira-me que apesar de bem almoçado. ainda vou daqui a pouco comer a minha bela bifana da praxe...

 

Os sinais de que o Natal está por aí a rebentar...

- O "Home Alone" volta a passar...Yupi...O puto já é adulto, tem 3 divórcios em cima e um sério problema de drogas, mas continua a ser a porra do filme que mais passa nas televisões portuguesas por esta altura...

- George Michael...Não gostava dos Wham!, gosto da sua carreira a solo...MAS ODEIO A PORRA DO "LAST CHRISTMAS I GAVE YOU MY HEART"!...Já não consigo ouvir aquilo...

- Luzinhas coloridas por toda a parte...Deve ser confuso para os consumidores de ecstasy perceberem porque é que estão a ver tudo bué colorido se ainda não começaram a pastilhar...Ya meu, granda moca...

- Ver as montras de lojas infantis pejadas da Hello Kity...É a roupa da Hello Kity, o conjunto de chá da Hello Kitty, a mochila da Hello Kitty, a Magnum 45 da Hello Kitty...Porra...Eu gosto de gatos, mas esta enerva-me...E é tudo cor de rosa!!!

- Ver as varandas das casas com bonecos a imitarem o pai natal a subir por ali acima...Tenho uma coisa a dizer acerca disso...Convém encherem o pai natal de ano para ano...O último que vi sofria de anorexia grave, tão chupadinho que estava...

Sim, é Natal...Está comprovado...

Uma caixinha catita que permite pesquisar as entranhas dos últimos anos de posts. Muito útil, principalmente porque nem eu já me lembro de metade do que escrevi...

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Julho 2019

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Licença

Licença Creative Commons
Este obra para além de estar razoavelmente bem escrita (se assim não fosse, não havia tanta gente a plagiá-la), está também licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D